Sidebar

BT Login

Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *
ZjIya2M2YWhnZHRhNG5jYzRuY2ZzZmwyMDYxNTYzOTM2NTkx Conheça as principais diferenças entre sistemas EAM, CMMS e ERP - Revista Manutenção
Reload Captcha

BM Slide Login

Conheça as principais diferenças entre sistemas EAM, CMMS e ERP

Sistemas disponibilizada por rawpixel via Freepik sob licença grátis com atribuição

Ferramentas
Fonte
  • Menor Pequena Média Grande Maior
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times



TAGOUT - BLOQUEIO E ETIQUETAGEM
MAXINST - EAM
IPOG - MBA em Gestão da Manutenção
JW Service - Engenharia
GMG Service
ENGETAG
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro

(MAXINST) A utilização de sistemas informatizados na administração empresarial, tornou-se essencial para as pequenas, médias e grandes empresas que desejam manter-se competitivas, de tal maneira que existe uma diversidade imensurável deles no mercado, que variam dos mais abrangentes, até os mais específicos, dentre os quais convém citar os sistemas EAM, CMMS e ERPs utilizados na gestão de manutenção e ativos.

A gestão de manutenção e ativos, requer a utilização de um sistema informatizado robusto, com banco de dados capaz de acumular dados, que ao serem analisados podem subsidiar com informações importantes, o planejamento, a programação e o controle de ordens de serviços de manutenção industrial, predial, utilidades, facilities e de frotas de veículos, além de auxiliar os gestores no processo deliberativo.

Portanto, convém pormenorizar as principais diferenças entre sistemas EAM, CMMS e ERP comumente utilizados na gestão de manutenção e ativos:

  • Enterprise Asset Management (EAM)

Os Sistemas de Gerenciamento de Ativos Corporativos (EAM) são desenvolvidos especificamente para gerir o ciclo de vida de ativos, desde o projeto e aquisição, até a retirada de serviço e venda, portanto incluí todo o processo de manutenção, ou seja, é mais abrangente que um sistema CMMS e pode ser integrado como um módulo ou aplicativo de um sistema ERP.

Um EAM geralmente incluí o gerenciamento do ciclo de vida dos ativos corporativos o que incluí a manutenção, ou seja, todos os recursos de um sistema CMMS, somados aos recursos que permitem planejar, controlar, acompanhar e medir o desempenho dos recursos de uma determinada corporação conforme determina a norma ISO 55000, publicada no início de 2014, que estabeleceu padrões para a Gestão de Ativos Corporativos, para elevar o nível de maturidade na gestão de manutenção e ativos.

  • Recursos necessários em um sistema de gerenciamento da manutenção
  1. Gerenciamento de dados de equipamentos
  2. Gerenciamento de inventário de ativos, peças, materiais e insumos
  3. Gerenciamento de manutenção preditiva, preventiva e corretiva
  4. Gerenciamento de ordens de serviço de manutenção
  5. Planejamento de manutenção preditiva e preventiva
  6. Programação de manutenção
  7. Controle da produtividade
  8. Gestão de fornecedores
  9. Gerenciamento de compras
  10. Gerenciamento do orçamento (Budget)
  • Recursos necessários em um sistema de gerenciamento de ativos

Todos os recursos citados acima, somados aos recursos abaixo:

  1. Planejamento e análise do ciclo de vida
  2. Monitoramento de vários métodos de manutenção
  3. Análise de fluxo de trabalho
  • Computerized Maintenance Management System (CMMS)

Os Sistemas de Gerenciamento Computadorizado de Manutenção (CMMS) são desenvolvidos para auxiliar na gestão, planejamento, programação, controle e nas funções administrativas necessárias para auxiliar e elevar a eficácia especificamente da manutenção.

Um CMMS geralmente inclui o gerenciamento de equipamentos, manutenção preventiva (PM), acompanhamento de mão-de-obra, ordens de serviço, planejamento, programação, controle de inventários e compras.

  • Enterprise Resource Planning (ERP)

Os Sistemas de Planejamento de Recursos Corporativos (ERP) são desenvolvidos para integrar todos os departamento e processos de uma determinada organização em um único banco de dados, eles foram os sucessores dos famigerados sistemas de Planejamento dos Recursos de Manufatura (MRP).

Um ERP geralmente incluí o gerenciamento dos processos de todos os departamentos de uma empresa, logo trata-se de um tipo de sistema integrador e mais abrangente em processos de fabricação (produção/operação), engenharia de produto, qualidade, logística e suprimentos (Almoxarifado e Compras). Possui módulos ou aplicativos específicos para a gestão de manutenção e ativos, no entanto, não possuem todos os recursos que um sistema CMMS ou EAM geralmente possuem, exatamente por que não são desenvolvidos para esta necessidade específica.

Em suma, um sistema EAM pode ser descrito como mais abrangente e completo que um sistema CMMS e mais específico que um sistema ERP, embora todos eles tenham recursos cujas finalidades convergem, no sentido de estabelecer as boas práticas de gestão de manutenção e ativos, os sistemas EAM destacam-se justamente porque atendem as especificidades dos requisitos das normas vigentes para gestão de ativos e manutenção, assim como pelo custo benefício e pela integração de recursos tecnológicos emergentes como por exemplo: Internet of Things, Artificial Intelligence e Machine Learning.

via MAXINST

MAXINST

 

Texto: Segunda edição publicada na Revista Manutenção sob licença Creative Commons  Licença Creative Commons
Imagens: As imagens possuem licenças específicas, consulte as respectivas legendas
Sistemas disponibilizada por rawpixel via Freepik sob licença grátis com atribuição 
COMENTE, DEBATA, DISCUTA OU DEIXE A SUA OPINIÃO RESPEITOSAMENTE
Os comentários não representam a linha editorial, tampouco a opinião dos articulistas e editores da Revista Manutenção, e estão sujeitos a moderação, pois são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

Caso encontre algo ofensivo que viole a legislação vigente no Brasil ou os termos de uso, DENUNCIE.

DETALHES SOBRE O AUTOR
maxinst Conheça as principais diferenças entre sistemas EAM, CMMS e ERP - Revista Manutenção
Maxinst
Nome: Maxinst
Website: http://maxinst.com.br/
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Especialistas em Gestão de Ativos e Serviços


   Redes sociais: 
linkedin Conheça as principais diferenças entre sistemas EAM, CMMS e ERP - Revista Manutenção
 
facebook Conheça as principais diferenças entre sistemas EAM, CMMS e ERP - Revista Manutenção
 
twitter Conheça as principais diferenças entre sistemas EAM, CMMS e ERP - Revista Manutenção
 
google Conheça as principais diferenças entre sistemas EAM, CMMS e ERP - Revista Manutenção
 
youtube Conheça as principais diferenças entre sistemas EAM, CMMS e ERP - Revista Manutenção
 
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.




APRESENTAÇÃO:

Maxinst empresa de tecnologia da informação, especializada em soluções para gestão de ativos e serviços. Parceiro IBM. Especialistas em reduzir custos através de tecnologias que otimizam as operações de sua empresa. Implantamos soluções para controle e planejamento, que reduzem custos com manutenção e infraestrutura de TI, aumentando a produtividade. Nossas habilidades, processos e técnicas nos permitem enfrentar qualquer desafio em: Gestão de ativos corporativos (EAM) e Internet das Coisas (IoT) Gestão de serviços TI e não-TI; Gestão das operações em TI (ITSM) Gestão da infraestrutura de TI

CERTIFICAÇÕES:

certificacoes-maxinst Conheça as principais diferenças entre sistemas EAM, CMMS e ERP - Revista Manutenção


Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 100% (1 Voto)
Compartilhar

Facebook

Redes Sociais

 

 
 

Anúncios

Livros recomendados

Ainda não é registrado? Registre-se agora!

ÁREA DO ASSINANTE