Sidebar

BT Login

Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *
czFnNjUyMGl1Nmdnc3FpMGdjOGllMzcyajQxNTc0MTIyMDYw Manutenção preditiva, preventiva e corretiva de ativos: como identificar - Revista Manutenção
Reload Captcha

BM Slide Login

Manutenção preditiva, preventiva e corretiva de ativos: como identificar

Manutenção disponibilizada por Maxinst via Freepik sob licença grátis com atribuição

Ferramentas
Fonte
  • Menor Pequena Média Grande Maior
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times



TAGOUT - BLOQUEIO E ETIQUETAGEM
MAXINST - EAM
IPOG - MBA em Gestão da Manutenção
GMG Service
ENGETAG
Parceiro
TAGOUT - BLOQUEIO E ETIQUETAGEM
MAXINST - EAM
IPOG - MBA em Gestão da Manutenção
GMG Service
ENGETAG
Parceiro

(MAXINST) A manutenção de ativos é um tema recorrente por aqui. Já falamos sobre 7 passos para deixar os processos em dia e como a computação cognitiva pode inovar na área.

Hoje, vamos conversar sobre os diferentes tipos de processos: manutenção preditiva, preventiva e corretiva. Cada uma delas possui sua particularidade e função estratégica na indústria. Confira!

Identificando a manutenção preditiva, preventiva e corretiva

A identificação do tipo de manutenção que deve ser empregada no ativo é muito importante para o planejamento e funcionamento correto da área produtiva.

Esse reconhecimento é tão relevante que toda a área de Planejamento e Controle da Manutenção (PCM) e de Engenharia de Manutenção da empresa precisa ter conhecimento do assunto.

Identificação e aplicação

A identificação do tipo de manutenção a ser empregada no ativo depende da situação. Porém, antes de classificá-la como manutenção preditiva, preventiva e corretiva, precisamos aprender sobre duas outras formas de classificação: a manutenção não planejada e a planejada.

A manutenção não planejada é aquela voltada ao ativo que parou de realizar ou realiza com muita deficiência o trabalho para qual foi projetado originalmente, ou não atende aos parâmetros básicos de funcionamento e operação para entregar um produto ou serviço dentro da qualidade, custo e prazo desejado.

Basicamente, podemos dizer que esse tipo de manutenção é oriunda de uma parada por falha ou quebra que compromete o funcionamento do ativo.

Esse tipo de processo também é caracterizado pela execução da manutenção corretiva emergencial.

A manutenção planejada, por sua vez, é aquela em que são identificados os sintomas dos ativos para resolvê-los antes que haja uma falha. Nesses casos, o ativo é liberado para a realização de manutenção em comum acordo entre os setores de produção e operação, e a área de manutenção. Esse processo é caracterizado pelas seguintes técnicas:

Manutenção Preventiva Programada;
Inspeção Preventiva;
Inspeção Preditiva;
Inspeção Sensitiva;
Manutenção Corretiva Planejada;
Manutenção de Melhorias.

Classificação do Ativo

Para saber que tipo de manutenção realizar, as equipes também devem ser capazes de estabelecer uma estratégia de manutenção a ser adotada. Esse processo deve ser feito de acordo com a Classificação do Ativo para a aplicação do Plano de Manutenção.

A classificação é feita através de um questionário que envolve as seguintes áreas:

Produtiva/Operacional;

Manutenção;

Qualidade;

Segurança;

Meio ambiente.

Uma nota de classificação para os ativos deve ser estabelecida, conforme o exemplo:

Classe C – Até 11 pontos: Aplicação somente de Manutenção Corretiva Emergencial

Classe B – Entre 12 e 20 Pontos: Aplicação de Inspeção Preventiva e Corretiva Planejada, Manutenção Preventiva Programada e Controle de Peças Sobressalentes.

Classe A – Acima de 20 pontos: Todas as Técnicas da Classe C e B, além da Inspeção Preditiva (Monitoramento e Condições) e Corretiva Planejada, Inspeção Sensitiva e Melhorias.

Com a classificação do ativo feita e com a melhor estratégia elaborada, é hora de aplicar a técnica de manutenção adequada para o momento.

Falamos a seguir da manutenção preditiva, preventiva e corretiva, citando as especificidades de cada uma.

Manutenção preditiva

Também conhecida como manutenção baseada em condições, a manutenção preditiva tem como objetivo a redução da aplicação de manutenções corretiva e preventiva, uma vez que pode prever a falha ou a quebra do ativo.

Ela é realizada através de:

Inspeções em campo, como Análise de Selo ou Ferrografia;
Monitoramento online de informações como temperatura, pressão e vibração.

Nesse segundo processo, após a coleta dos dados, eles analisados e comparados com parâmetros aceitáveis de funcionamento e operação do ativo.

Manutenção preventiva

Esse tipo de manutenção segue um plano de trabalho de acordo com critérios técnicos definidos. O plano deve levar em consideração fatores como:

Histórico;
Recomendações técnicas do fabricante;
Experiência da equipe com as falhas do ativo;
Análises de falha e confiabilidade, entre outros.

A manutenção preventiva deve ser realizada em intervalos de tempo definidos, visando evitar uma possível parada não programada do ativo.

Manutenção corretiva

Os processos da manutenção corretiva devem ser realizados quando o ativo está com funcionamento precário que afeta a sua operação, sendo essa uma parada não prevista. O objetivo deste tipo de manutenção é recolocar o ativo em operação o mais rápido possível com suas condições de trabalho requeridas para não afetar os meios de produção e operação.

Como podemos perceber, conhecer os tipos de processos e saber diferenciar entre manutenção preditiva, preventiva e corretiva, além de planejada e não planejada, faz toda a diferença no dia a dia da indústria.

Com essas informações em mente, é possível elaborar de forma correta os planos de trabalho e organizar a produção e operação de forma produtiva, mais econômica e eficaz. Vale lembrar que o uso de soluções tecnológicas para gestão de ativos podem ser de grande auxílio nessas dinâmica.

Entre em contato com a Maxinst e saiba mais!

 via MAXINST

MAXINST

 

 

Texto: Segunda edição publicada na Revista Manutenção sob licença Creative Commons  Licença Creative Commons
Imagens: As imagens possuem licenças específicas, consulte as respectivas legendas
Manutenção disponibilizada por Maxinst via Freepik sob licença grátis com atribuição 
COMENTE, DEBATA, DISCUTA OU DEIXE A SUA OPINIÃO RESPEITOSAMENTE
Os comentários não representam a linha editorial, tampouco a opinião dos articulistas e editores da Revista Manutenção, e estão sujeitos a moderação, pois são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

Caso encontre algo ofensivo que viole a legislação vigente no Brasil ou os termos de uso, DENUNCIE.

DETALHES SOBRE O AUTOR
maxinst Manutenção preditiva, preventiva e corretiva de ativos: como identificar - Revista Manutenção
Maxinst
Nome: Maxinst
Website: http://maxinst.com.br/
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Especialistas em Gestão de Ativos e Serviços


   Redes sociais: 
linkedin Manutenção preditiva, preventiva e corretiva de ativos: como identificar - Revista Manutenção
 
facebook Manutenção preditiva, preventiva e corretiva de ativos: como identificar - Revista Manutenção
 
twitter Manutenção preditiva, preventiva e corretiva de ativos: como identificar - Revista Manutenção
 
google Manutenção preditiva, preventiva e corretiva de ativos: como identificar - Revista Manutenção
 
youtube Manutenção preditiva, preventiva e corretiva de ativos: como identificar - Revista Manutenção
 
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.




APRESENTAÇÃO:

Maxinst empresa de tecnologia da informação, especializada em soluções para gestão de ativos e serviços. Parceiro IBM. Especialistas em reduzir custos através de tecnologias que otimizam as operações de sua empresa. Implantamos soluções para controle e planejamento, que reduzem custos com manutenção e infraestrutura de TI, aumentando a produtividade. Nossas habilidades, processos e técnicas nos permitem enfrentar qualquer desafio em: Gestão de ativos corporativos (EAM) e Internet das Coisas (IoT) Gestão de serviços TI e não-TI; Gestão das operações em TI (ITSM) Gestão da infraestrutura de TI

CERTIFICAÇÕES:

certificacoes-maxinst Manutenção preditiva, preventiva e corretiva de ativos: como identificar - Revista Manutenção


Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 0% (0 Votos)
Compartilhar

Redes Sociais

 

 
 

Anúncios

Livros recomendados

Ainda não é registrado? Registre-se agora!

ÁREA DO ASSINANTE