Sidebar

BT Login

Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *
cWUyOXQ4cGNjM3M0dGs1dTIxYWdjb2NjaDMxNTQyNzk1NzQz Planejamento e manutenção são essenciais para obras públicas, aponta debate - Revista Manutenção
Reload Captcha

BM Slide Login

0 Eventos

Planejamento e manutenção são essenciais para obras públicas, aponta debate

Debate disponibilizada por Marcos Oliveira via Agência Senado sob licença Creative Commons BY-SA

Ferramentas
Fonte
  • Menor Pequena Média Grande Maior
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro

(Agência Senado) Planejamento correto e manutenção eficiente são essenciais para aumentar a qualidade e para diminuir o risco de acidentes nas obras públicas. Foi o que apontaram os convidados de audiência pública promovida nesta quinta-feira (15) pela Comissão Senado do Futuro (CSF). Para o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos do Distrito Federal, Antonio Coimbra, a infraestrutura brasileira vem sofrendo com o aumento da sobrecarga de veículos. Daí a importância de um programa eficiente de manutenção. Como exemplo, ele informou que o governo do DF tem um plano de monitoramento e recuperação para a Ponte JK, que já apresenta problemas em sua estrutura.

Na visão do engenheiro Reynaldo Barros, superintendente de Integração do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), os vários órgãos públicos e privados ligados à engenharia deveriam somar esforços em ações de prevenção e manutenção. Ele pediu uma legislação sobre obras públicas mais eficaz e uma melhor aplicação dos recursos orçamentários.

- Precisamos efetivamente de planejamento e precisamos saber priorizar. Não dá pra brincar com engenharia e também não dá pra deixar de ter uma carreira de estado para os engenheiros -disse.

O presidente da Associação Brasileira dos Departamentos Estaduais de Estradas de Rodagem (ABDER), Henrique Luduvice, fez uma defesa da engenharia nacional, pois “tudo que o Brasil tem em termos de desenvolvimento ocorreu em virtude da dedicação dos engenheiros”. Segundo Luduvice, investir em engenharia é essencial para o atendimento das demandas da nação. Ele lembrou que os estádios atenderam aos torcedores, os aeroportos atenderam a todos os passageiros e a comunicação não registrou reclamações durante a Copa de 2014.

- Todos somos contra a corrupção, mas defendemos a engenharia nacional - declarou Luduvice, que ainda defendeu o DER-DF em relação à queda de um viaduto na região central de Brasília.

Fiscalização

O representante da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Anderson Lucas, afirmou que planejamento, acompanhamento e fiscalização compõem um processo que vale para as agências reguladoras e para todo e qualquer ente público.

O engenheiro e advogado Artur Milhomem Neto informou que a OAB-DF entrou com uma ação civil pública cobrando do governo uma ação de fiscalização das situações que envolvem a segurança da mobilidade no Distrito Federal.

- O governo precisa fazer as obras públicas funcionarem para o bem-estar da população - disse.

O superintendente de Fiscalização dos Serviços de Geração da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Alessandro Cantarino, detalhou o plano de fiscalização de barragens promovida pelo órgao. As agências nacionais de Transportes Aquaviários (Antaq), de Águas (ANA), de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e de Aviação Civil (Anac) também enviaram representantes para a audiência.

Urgente

A audiência foi sugerida pelo presidente da comissão, senador Hélio José (Pros-DF), que também coordenou o debate. Nos últimos anos, observou o senador, o grande número de acidentes envolvendo obras públicas torna “necessário e urgente” discutir, no âmbito do Legislativo, as causas dessas ocorrências, além de possíveis soluções. Ele citou como exemplo o rompimento de uma barragem na região de Mariana (MG), em novembro de 2015, e a queda de um viaduto em uma área central de Brasília, na semana passada.

- Tem sido comum, infelizmente, ouvir registros de acidentes em obras públicas. É uma situação que precisa mudar - declarou Hélio José.

Segundo o senador, a necessidade de melhoria das estruturas urbanas aumenta à medida que a infraestrutura das cidades envelhece e cresce o número de habitantes e de veículos em circulação. Ele disse que o Brasil precisa rever seu modelo de licitação que, em sua visão, está superado e não ajuda a evitar acidentes. Hélio José acrescentou que a comissão vai continuar a promover audiências para debater a situação de risco nas obras públicas e aumentar a segurança da população.

via Agência Senado
Agencia Senado

 

 

Texto: Primeira edição publicada na Revista Manutenção sob licença Creative Commons  Licença Creative Commons
Imagens: As imagens possuem licenças específicas, consulte as respectivas legendas
Debate disponibilizada por Marcos Oliveira via Agência Senado sob licença Creative Commons BY-SA
DETALHES SOBRE O AUTOR
redacao Planejamento e manutenção são essenciais para obras públicas, aponta debate - Revista Manutenção
Redação
Nome: Redação
Website: http://www.revistamanutencao.com.br
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Editores, redatores e revisores


   Redes sociais: 
Linkedin
 
Facebook
 
Google+
 
Youtube
 
Twitter
 
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.




APRESENTAÇÃO:

A Redação da Revista Manutenção é composta por profissionais que atuam com manutenção no setor secundário (indústria) e terciário (comércio e serviços) da economia, dispostos à difundir informações, artigos, opiniões, debates e eventos, para estudantes e profissionais que atuam direta ou indiretamente com manutenção, assim como na gestão de ativos, recursos e serviços.

MISSÃO, VISÃO E VALORES:

Explorar o potencial da internet para tornar-se referência como acervo científico e tecnológico, através da publicação de conhecimento, sob licença de uso que o permita ser difundido entre estudantes e profissionais que atuam direta ou indiretamente com manutenção, cujos interesses sejam convergentes e alinhados com a missão citada acima e com os valores pormenorizados no seguinte documento: Institucional.html


COMENTE, DEBATA, DISCUTA OU DEIXE A SUA OPINIÃO RESPEITOSAMENTE
Os comentários não representam a linha editorial, tampouco a opinião dos articulistas e editores da Revista Manutenção, e estão sujeitos a moderação, pois são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

Caso encontre algo ofensivo que viole a legislação vigente no Brasil ou os termos de uso, DENUNCIE.

Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 0% (0 Votos)

Redes sociais

Anúncios

Ainda não é registrado? Registre-se agora!

ÁREA DO ASSINANTE