Sidebar

BT Login

Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *
aW5uY2I1cmZ2MGdtczg5YXVia2gycWhpczUxNTM3NTg4NTgx Colunas - Editorial - Conjuntura - Revista Manutenção
Reload Captcha

BM Slide Login

Neste período de transição, que ainda está longe de terminar ou de chegar a bom termo, é indiscutível a retomada da hegemonia americana. O que não se sabe é a viabilidade dos EUA se transformarem, de forma estável, numa economia cêntrica a partir da qual o mundo seria reorganizado por uma nova geografia econômica e política”. Maria da Conceição Tavares, “A retomada da hegemonia norte-americana”, 1985.

Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 0% (0 Votos)

O Clube de Engenharia foi palco nesta segunda-feira (2) de um importante acontecimento com o lançamento no Rio de Janeiro da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional, presidida pelo Senador Roberto Requião, do PMDB, e tendo com secretário geral o deputado Patrus Ananias, do PT. Com o auditório repleto, vários oradores conclamaram os cariocas a se somarem à luta em defesa da soberania nacional, que está sendo vilipendiada pelo atual governo ilegítimo de Michel Temer.

Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 0% (0 Votos)

Governo Temer força aprovação de projetos que representam retrocessos históricos às conquistas dos trabalhadores. No dia 22 de abril, iremos comemorar 51 anos da lei 4.950-A/66, que instituiu o Salário Mínimo Profissional (SMP) para engenheiros, agrônomos, arquitetos, médicos veterinários e químicos. Inspirada pelo engenheiro e político brasileiro Rubens Paiva, a lei sofreu e ainda sofre duros ataques. Rubens Paiva foi perseguido, assassinado e desaparecido durante a ditadura militar, em 1971. O projeto de lei 3.204, apresentado em 21 de julho de 1961, pelo advogado e então deputado federal Almino Affonso enfrentou muita resistência pelos setores empresariais contrários a essa matéria. Após sua aprovação, a lei sofreu veto do marechal Humberto Castelo Branco e graças à mobilização das categorias e das entidades de classe, foi possível a derrubada do veto, em maio de 1966.

Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 0% (0 Votos)

Uma das medidas mais graves é a renúncia da política de conteúdo local, que garante a participação de empresas nacionais. Engenheiros podem “virar suco”, uma cena que imaginávamos não repetir desde o final da década de 90. Ainda, hoje, lembramos dos noticiários mostrando engenheiros desempregados, vendendo cachorro quente nas ruas e exercendo outro ofício para sobreviver. No ano de 2016 até outubro, no Brasil, foram desligados 39.069 engenheiros e admitidos 24.253. Em 2015, foram admitidos 35.890 e 54.731 engenheiros demitidos. Isso demonstra que estamos perdendo postos de trabalho em todo o país. A atual agenda do governo de Michel Temer pretende aniquilar de vez a nossa engenharia e, consequentemente, a nossa soberania.

Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 0% (0 Votos)
Página 1 de 2

Redes sociais

Anúncios

Ainda não é registrado? Registre-se agora!

ÁREA DO ASSINANTE