Sidebar

BT Login

Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *
ZTR2NmNram9jbmhpZDZtb2M3Y3Y4aDB2cDUxNTQyNDY4ODY3 Colunas - Opinião - Sala de Reunião - Revista Manutenção
Reload Captcha

BM Slide Login

0 Eventos

Muito se fala sobre as gerações no aspecto psicológico, mas pouco se fala do aspecto tecnológico, o que considero importante, pois, cada geração é exposta à tecnologia de uma forma diferente, eu por exemplo tive o meu primeiro contato com a tecnologia, através de um vídeo game Super Nintendo de 16-bit que ganhei do meu pai em 1993, sendo que em 1996 já na sexta série do ensino fundamental, aprendi a utlizar uma máquina de escrever Olivetti modelo Remigton 25, para datilografar a matriz do conteúdo de uma aula "seminário" que eu ministrei sobre aparelho digestivo, para então fazer 45 cópias no mimiógrafo, uma para cada colega de classe, pois eu fui privilegiado e tive uma professora nada ortodoxa que invertia os papéis nas aulas de ciências, o que me obrigou a inovar em busca da melhor nota, uma vez que todos faziam a matriz manuscrita, o que as vezes deixava as cópias inlegíveis devido à caligrafia e a reprodução no papel stencil, que geralmente ficava borrada ou apagada por causa do alcool.

Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 0% (0 Votos)

Redes sociais

Anúncios

Ainda não é registrado? Registre-se agora!

ÁREA DO ASSINANTE