Sidebar

BT Login

Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *
ZjU2Mm5kYWh1b201dGN1MDhjMjg4azAzNDcxNTUzNDc5NDMx O futuro da manutenção: de preventiva a preditiva e prescritiva - Revista Manutenção
Reload Captcha

BM Slide Login

O futuro da manutenção: de preventiva a preditiva e prescritiva

Ferramentas
Fonte
  • Menor Pequena Média Grande Maior
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times



TAGOUT
MAXINST
Parceiro
JW Service Engenharia
GMG Service
BRLUX
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro

 (MAXINST) Nas empresas, a área de manutenção está passando por grande transformação e para muitas equipes, tem sido um desafio acompanhar as mudanças.

No passado, o método adotado por indústrias de qualquer setor se baseava no tempo. E é assim que, ainda hoje, trabalha a área de manutenção de muitas empresas. Por essa lógica, assume-se que o melhor a fazer é seguir as recomendações que acompanham cada equipamento, seguindo instruções do fabricante quanto as ações preventivas para a troca de peças, limpeza etc, que ocorrem em tempos pré-determinados. Ok, isso é bom para assegurar a cláusula de garantia dos contratos e das apólices de seguro. Mas nem sempre corresponde à realidade das máquinas.

 Ocorre que essas recomendações são feitas com base na média do comportamento dos equipamentos. Se sua empresa está numa região muito quente ou se o equipamento roda mais horas do que a média, as recomendações já não cabem mais. A receita também conta também com profissionais experientes, que fazem inspeções físicas de equipamentos. Mas sabemos que esses veteranos são cada vez mais raros e caros. Portanto, esse método baseado no tempo das máquinas não é eficiente e, justamente por isso, está sendo deixado para trás.

Com a tecnologia e o crescente uso de sensores embutidos em equipamentos, as empresas podem agora aderir à manutenção baseada em condições. Em vez de manter o equipamento com base em um cronograma pré-definido, esse tipo de manutenção analisa a condição real de um ativo para determinar a necessidade de manutenção.

Com computadores e sensores, a leitura das condições dos equipamentos passa a ser em tempo real e o pedido por uma inspeção e manutenção passa a ser automático, ajudando as equipes a manter os equipamentos em ordem antes que ocorram problemas, paradas e prejuízos.

Há dois métodos de manutenção baseados em condições:

Manutenção preditiva

A manutenção preditiva parte dos dados históricos para prever, estatisticamente, qual a probabilidade de que venham a ocorrer problemas. Os dados dos equipamentos geram análises com enorme taxa de acerto, usadas para identificar os riscos. Softwares poderosos fazem os cálculos e correlacionam dados. A manutenção, portanto, é feita com base em informações e previsões confiáveis.

Manutenção prescritiva

A manutenção prescritiva também usa a análise avançada de dados para fazer previsões, mas os sistemas prescritivos não se restringem a fazem recomendações, como na análise preditiva. Eles vão além e agem de acordo com essas recomendações. Podem, por exemplo, fazer a leitura de um equipamento, diagnosticar que é preciso de uma inspeção e acionar uma ordem de serviço solicitando a presença de um técnico. Ao final do processo, geram relatórios dos trabalhos executados. Tudo automaticamente.

Para funcionar, a manutenção prescritiva requer a integração de vários sistemas de gerenciamento e manutenção. E pressupõe que esses sistemas sejam baseados em Inteligência Artificial, ou seja, que tenham a capacidade “de pensar” e tomar decisões. Parece ficção científica, mas na verdade já estão disponíveis hoje. E serão o arroz com feijão da manutenção no futuro.

Você também pode chegar lá. Fale com nossos especialistas. Temos as melhores tecnologias para gerenciamento de ativos e de manutenção. Conheça a solução Maxinst EAM, baseada na plataforma IBM Maximo, líder mundial.

via MAXINST

MAXINST

Texto: Segunda edição publicada na Revista Manutenção sob licença Creative Commons  Licença Creative Commons
Imagens: As imagens possuem licenças específicas, consulte as respectivas legendas
Reparo em bancada disponibilizada por MAXINST sob licença grátis com atribuição  
COMENTE, DEBATA, DISCUTA OU DEIXE A SUA OPINIÃO RESPEITOSAMENTE
Os comentários não representam a linha editorial, tampouco a opinião dos articulistas e editores da Revista Manutenção, e estão sujeitos a moderação, pois são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

Caso encontre algo ofensivo que viole a legislação vigente no Brasil ou os termos de uso, DENUNCIE.

DETALHES SOBRE O AUTOR
maxinst O futuro da manutenção: de preventiva a preditiva e prescritiva - Revista Manutenção
Maxinst
Nome: Maxinst
Website: http://maxinst.com.br/
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Especialistas em Gestão de Ativos e Serviços


   Redes sociais: 
linkedin O futuro da manutenção: de preventiva a preditiva e prescritiva - Revista Manutenção
 
facebook O futuro da manutenção: de preventiva a preditiva e prescritiva - Revista Manutenção
 
twitter O futuro da manutenção: de preventiva a preditiva e prescritiva - Revista Manutenção
 
google O futuro da manutenção: de preventiva a preditiva e prescritiva - Revista Manutenção
 
youtube O futuro da manutenção: de preventiva a preditiva e prescritiva - Revista Manutenção
 
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.




APRESENTAÇÃO:

Maxinst empresa de tecnologia da informação, especializada em soluções para gestão de ativos e serviços. Parceiro IBM. Especialistas em reduzir custos através de tecnologias que otimizam as operações de sua empresa. Implantamos soluções para controle e planejamento, que reduzem custos com manutenção e infraestrutura de TI, aumentando a produtividade. Nossas habilidades, processos e técnicas nos permitem enfrentar qualquer desafio em: Gestão de ativos corporativos (EAM) e Internet das Coisas (IoT) Gestão de serviços TI e não-TI; Gestão das operações em TI (ITSM) Gestão da infraestrutura de TI

CERTIFICAÇÕES:

certificacoes-maxinst O futuro da manutenção: de preventiva a preditiva e prescritiva - Revista Manutenção


Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 100% (1 Voto)
Compartilhar

Facebook

Redes Sociais

 

 
 

Anúncios

Ainda não é registrado? Registre-se agora!

ÁREA DO ASSINANTE