Sidebar

BT Login

Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *
cTBiamlpbDltZmIxczFibW0yaWx1Y3I2ZDExNTQyNTUyMzk4 Notícias - Revista Manutenção
Reload Captcha

BM Slide Login

0 Eventos

O parque regional de manutenção da quinta região completou em Curitiba, no dia 1º de outubro, a marca histórica de manutenção de 3° escalão (fosfatização) em 10.000 unidades do Fuzil 7,62 M964 (FAL). Iniciado em 2008, tal projeto reestruturou a linha de produção de manutenção de fuzis daquela organização militar com a ampliação de oficinas, aquisição de máquinas e equipamentos e rigorosas metas estabelecidas rigorosas de 150 fuzis por mês. A reformulação do processo de produção baseou-se no “Sistema Toyota de Produção”, melhorando as rotinas e procedimentos de trabalho.

Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 0% (0 Votos)

SENOP disponibilizada pelo Jornal de Itaipú através através da Lei nº 12.527/2011

O diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Luiz Fernando Leone Vianna, destacou, durante a abertura do 8º Seminário Nacional de Operadores de Sistemas e de Instalações Elétricas (Senop), nesta quarta-feira (4), a experiência da empresa ao considerar, a partir de 2011, a disponibilidade hídrica na programação das atividades de manutenção das suas unidades geradoras de energia. O evento continua até sexta-feira (6), no Hotel Golden Park Internacional, em Foz do Iguaçu.

Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 0% (0 Votos)

A TAP M&E, braço de manutenção e engenharia da companhia aérea portuguesa TAP, iniciou na última semana um processo de demissão de trabalhadores da unidade da empresa no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. De acordo com o Sindicato dos Aeroviários, até o momento, mais de 100 pessoas já foram demitidas, mas a própria empresa teria informado que a intenção seria chegar a 160 até o final desta semana. A empresa passa por um processo de reestruturação e, há três meses, já havia demitido cerca de 300 funcionários da unidade do Rio de Janeiro.

Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 0% (0 Votos)

A manutenção dos equipamentos esportivos do Parque de Deodoro após os Jogos Rio 2016 custará ao governo federal R$ 46 milhões por ano. O valor foi calculado pelos ministérios do Esporte e da Defesa. Segundo o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, este será o único investimento direto que o governo federal terá na manutenção de equipamentos esportivos, construídos para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 0% (0 Votos)

Redes sociais

Anúncios

Ainda não é registrado? Registre-se agora!

ÁREA DO ASSINANTE