Sidebar

BT Login

Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *
c2U1OTZyMjAzYXZpamVtZjRkZjFpdDE5ajQxNTQ4MTM0Mjk2 Relatório: Gestão de ativos, internet das coisas e ciber segurança - Revista Manutenção
Reload Captcha

BM Slide Login

Relatório: Gestão de ativos, internet das coisas e ciber segurança

Cyber Security disponibilizada por Freepik sob licença grátis com atribuição

Ferramentas
Fonte
  • Menor Pequena Média Grande Maior
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro

Através do Engenheiro em Eletrônica, Fauzi Mendonça e da parceiria com a empresa MAXINST Consultoria e Tecnologia em Gestão de Ativos e Serviços, a Revista Manutenção fornece gratuitamente para Gestores de TI (CISOs), de Ativos (CTOs) e de Riscos, (CROs), principais responsáveis pela segurança e mitigação de riscos nas empresas, assim como para equipes de manutenção, de segurança de TI, um relatório trimestral contendo algumas evidências e registros mais relevantes da atividade hacker (brechas, vunerabilidades) e crimes na Internet das Coisas (IoT), além das últimas inovações destinadas a frustrar tais crimes.

Relatório Criminal da Internet das Coisas [2019]

PRIMEIRA EDIÇÃO - 1º TRIMESTRE / 2019
As ameaças cibernéticas evoluíram na velocidade do sinal de fibra ótica e além de comprometer computadores, laptops, tablets, smartphones e redes, elas estão se especializando em burlar sistemas para garantir a intrusos mal intencionados o acesso e o controle de coisas como indústrias, casas, carros e demais dispositivos IoT; O que acendeu em 2018 um sinal de alerta para a comunidade de ciber segurança, devido ao surgimento de vunerabilidades que podem colocar vidas em risco, através do uso de dispositivos IoT, como por exemplo marca-passos.
 
Contudo, este relatório vai muito além do Bio-IOT Risk (Riscos de vida através de dispositivos IoT), pois dá ênfase para o ASSET-IOT Risk (Riscos na gestão de ativos através de dispositivos IoT), uma vez que, este tema é altamente relevante para o público da Revista Manutenção, pois é irrefutável que os gestores de ativos devem a partir de agora elevar o nível de preocupação com ciber segurança, além de manterem-se informados com relação as melhores práticas de mercado.
Qual é a relação entre gestão de ativos, internet das coisas e ciber segurança?
  A IoTificação deixará o mundo real vulnerável, imagine indústrias, casas, carros e demais dispositivos IoT, submetidos a pentests, realizados por script kiddies, que de posse de um simples exploit poderão invadir, assumir o controle e promover por exemplo um takeover em sistemas e dispositivos utilizados para garantir a continuidade da vida de centenas de milhares de pessoas. Só imagine!
A citação acima nos induz a reflexão sobre a importância da gestão de ativos, que está se integrando a internet das coisas, começar a investir tempo e dinheiro em ciber segurança, uma vez que dispositivos vulneráveis, podem comprometer não só ativos, como também a vida de trabalhadores e civis, portanto, ele responde plenamente a pergunta inicial, contudo para extinguir qualquer dúvida que possa existir, irei relacionar abaixo, evidências e os registros mais relevantes que confirmam que a relação entre gestão de ativos, internet das coisas e ciber segurança, deve ser a partir de agora prioridade zero.
 
Esta primeira edição do Relatório Criminal da Internet das Coisas [2019] reune evidências e os registros mais relevantes de um potencial apocalipse no futuro das coisas, e das inovações que podem impedir que isso aconteça.
 
Retrospectiva 2018
O ano de 2018 não foi muito bom do ponto de vista da ciber segurança, para empresas multinacionais e nacionais como Uber Yahoo, Tesko Bank, Anthem, University of Texas, Fresenius Medical Care, Equifax, Facebook, Twitter, Google+, Marriot, Netshoes, Buscapé, FMU, Porto Seguro, Banco Inter, C&A, Stone Pagamentos, Sky e Sicredi, que tiveram dados confidenciais vazados e expostos na internet, sendo que em alguns casos, multas que chegaram a cifra de 148 milhões de dollares foram aplicadas.
 
Mas o ano passado, não será lembrado somente pela elevada quantidade de dados vazados e expostos, 2018 será lembrado como o ano em que a ciber segurança, ganhou ênfase, da pior maneira possível, afinal casos de invasão é a maneira mais triste de lembrar que a ciber segurança existe. 
 
Janeiro 
1 de Janeiro. O mecanismo de pesquisa Shodan completará dez (10) anos de existência em 2019, famoso por permitir a pesquisa de dispositivos IoT, o mecanismo mantém indexados em seu banco de dados público, dispositivos como por exemplo semáforos, câmeras de segurança, sistemas de aquecimento doméstico, bem como sistemas de controle para parques aquáticos, postos de gasolina, estações de água, redes elétricasusinas nucleares e aceleradores de partículas. 
 
3 de Janeiro. O ano de 2018 bateu recorde de vazamentos de dados, e especialistas em cyber secutiry da Kaspersky Lab na sede da empresa, em Moscou, na Rússia, alertam para a possibilidade de aumentar significativamente a quantidade de ataques por spear phishing em 2019.
 
8 de Janeiro. Dezenas de milhares de banheiras de hidromassagem estão vulneráveis e expostas a ataques, segundo a empresa Pen Test Partners, elas podem ser controladas remotamente por um aplicativo, apelidado de Balboa Water App, que não possui mecanismo de autenticação. 
 
9 de Janeiro. Hackers utilizam dispositivos IoT como bots para lançar ataques à redes e outros dispositivos IoT. Segundo a empresa F5 Labs, no primeiro semestre de 2018, treze dispositivos IoT foram identificados como Thingbots, ou seja, faziam parte de uma botnet.
 
 
CONTINUA...
 
 
Nota: Este relatório será atualizado conforme ocorrer o surgimento de fatos relevantes, mas o seu fechamento ocorrerá a cada três meses, ou seja, será trimestral. Portanto salve o LINK e retorne para acompanhar novidades e manter-se atualizado (a).
 
Texto: Primeira edição publicada na Revista Manutenção sob licença Creative Commons  Licença Creative Commons
Imagens: As imagens possuem licenças específicas, consulte as respectivas legendas
Cyber Security disponibilizada por Freepik sob licença grátis com atribuição
DETALHES SOBRE O AUTOR
fauzi-mendonca Relatório: Gestão de ativos, internet das coisas e ciber segurança - Revista Manutenção
Fauzi Mendonça
Nome: Fauzi Mendonça
Website: http://www.revistamanutencao.com.br
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Engenheiro em Eletrônica


   Redes sociais: 
linkedin Relatório: Gestão de ativos, internet das coisas e ciber segurança - Revista Manutenção
 
facebook Relatório: Gestão de ativos, internet das coisas e ciber segurança - Revista Manutenção
 
twitter Relatório: Gestão de ativos, internet das coisas e ciber segurança - Revista Manutenção
 
google Relatório: Gestão de ativos, internet das coisas e ciber segurança - Revista Manutenção
 
youtube Relatório: Gestão de ativos, internet das coisas e ciber segurança - Revista Manutenção
 
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.




APRESENTAÇÃO:

Fundador, Diretor Editorial e Colunista da Revista Manutenção, escreve regularmente sobre diversos assuntos relacionados ao cotidiano da área de manutenção.

Desenvolvedor Web nas horas vagas, é o responsável pelo design, layout, diagramação, pela elaboração da identidade visual e da logomarca da Revista Manutenção.

FORMAÇÃO ACADÊMICA E EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL:

Profissional graduado em Engenharia Eletrônica com ênfase em automação e controle industrial, pela FAT (Faculdade Anhanguera de Tecnologia) de São Bernardo, atua há mais de treze anos com Planejamento e Controle de Manutenção (PCM), em empresas de médio e grande porte, nacionais e multinacionais, onde edificou carreira profissional como Programador, Planejador e Analista de Manutenção.


COMENTE, DEBATA, DISCUTA OU DEIXE A SUA OPINIÃO RESPEITOSAMENTE
Os comentários não representam a linha editorial, tampouco a opinião dos articulistas e editores da Revista Manutenção, e estão sujeitos a moderação, pois são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

Caso encontre algo ofensivo que viole a legislação vigente no Brasil ou os termos de uso, DENUNCIE.

Avalie esta publicação: 1 1 1 1 1 Nota 0% (0 Votos)

Redes sociais

Anúncios

Ainda não é registrado? Registre-se agora!

ÁREA DO ASSINANTE