1 Eventos

Trata-se de um tema recorrente. Como este analista estuda o tema há pelo menos duas décadas, vamos resgatar textos de forma a gerar um sentido conjunto e atual. A este respeito, abordamos a censura dos conglomerados na agenda “econômica”, quase sempre com inclinação para a especulação e operando com conceitos de neoliberalismo vulgar.

Um país sem indústria é um país fraco. País fraco depende da indústria de outros países. Em todas as cadeias de valor, quem tem impõe e quem não tem recebe a imposição. Por vezes um “chavão mal visto” pode ser um conceito-chave tornado “obsoleto” no jogo de linguagens difundido pelos laboratórios de ideias (think tanks) pregando 24 horas por dia a subordinação através da desindustrialização.

Estamos diante de uma pandemia mundial e os países se dividem entre aqueles que conseguem produzir a vacina e os que precisam de ajuda para fabricá-la em parte ou no todo. A disparidade no acesso à vacina escancara o Diferencial de Pobreza (DDP) como forma extrema da Divisão Internacional do Trabalho (DIT). A situação é complexa e, muitas vezes, desumana.

Na 5ª dia 22 de abril o presidente democrata estadunidense Joe Biden convocou a “Cúpula do Clima”, realinhando os Estados Unidos na agenda ambiental, antes abandonada pelo antecessor, o especulador imobiliário e comediante de reality show, Donald Trump.

Mais Artigos...

Livros recomendados

Ainda não é registrado? Registre-se agora!

ÁREA DO ASSINANTE