Checklist de ponte rolante manual

Checklist de ponte rolante manual

Você está pronto para otimizar a segurança e o desempenho do seu ativo? Não deixe nenhum detalhe escapar! O nosso checklist gratuito é uma ferramenta essencial para garantir que ele esteja operando de forma segura e eficiente.

✔️ Passo a passo, verifique os componentes vitais do seu ativo.

✔️ Identifique e resolva problemas potenciais antes que eles se tornem críticos.

✔️ Mantenha sua equipe e local de trabalho seguros.

Uma ponte rolante manual é um equipamento de elevação que consiste em uma estrutura de suporte, trilhos ou vigas, e um mecanismo de elevação manual.

  1. Componentes Principais:

    • Estrutura de Suporte: A ponte rolante é montada em uma estrutura de suporte que pode ser instalada em uma fábrica, armazém ou outra área de trabalho. Esta estrutura geralmente é composta por vigas ou trilhos que suportam o movimento da ponte rolante.

    • Ponte: A ponte é a parte móvel da ponte rolante que se move ao longo dos trilhos ou vigas da estrutura de suporte. Ela é projetada para suportar o mecanismo de elevação e a carga que está sendo movida.

    • Mecanismo de Elevação Manual: O mecanismo de elevação manual é operado manualmente pelo operador para levantar e mover a carga. Pode ser composto por uma corrente de elevação, cabo de aço ou outro dispositivo de elevação manual.

    • Gancho de Elevação: O gancho de elevação é fixado ao mecanismo de elevação e é usado para prender e suspender a carga.
       
  2. Princípio de Funcionamento:

    • O operador posiciona a ponte rolante manual sobre a carga que deseja levantar e mover.

    • O operador então utiliza o mecanismo de elevação manual, como uma corrente de elevação ou cabo de aço, para levantar a carga.

    • Uma vez que a carga está suspensa, o operador pode mover a ponte rolante manual ao longo dos trilhos ou vigas da estrutura de suporte para posicionar a carga no local desejado.

    • O operador pode então baixar a carga usando o mecanismo de elevação manual e soltar o gancho de elevação quando a carga estiver no lugar.
       
  3. Aplicações Comuns:

    • As pontes rolantes manuais são frequentemente utilizadas em ambientes onde não há acesso à eletricidade ou ar comprimido, como canteiros de obras, armazéns, oficinas, entre outros.

    • Elas são ideais para levantar e mover cargas mais leves em aplicações de baixa frequência ou em locais remotos onde outras formas de energia não estão disponíveis.

    • As pontes rolantes manuais são comumente usadas em operações de montagem, manutenção, instalação e reparo.
       
  4. Vantagens e Desvantagens:

    • Vantagens: As pontes rolantes manuais são simples de usar, não requerem energia externa para operar e são altamente portáteis. Além disso, elas são econômicas e de fácil manutenção.

    • Desvantagens: Elas podem ser mais lentas e exigir mais esforço físico do operador em comparação com as pontes rolantes elétricas. Além disso, elas têm capacidade limitada de elevação em comparação com os modelos motorizados.

Em resumo, uma ponte rolante manual é um equipamento de elevação simples e eficaz que é operado manualmente pelo operador, sendo uma escolha prática para uma variedade de aplicações em ambientes onde outras formas de energia não estão disponíveis.

Baixe o arquivo agora e simplifique a manutenção preventiva!

 

Por gentileza, preencha o formulário abaixo

para obter o link do arquivo solicitado

 

Segurança em primeiro lugar.

Eficiência em cada elevação e movimentação.

 

Fauzi Mendonça

Engenheiro em Eletrônica

Especializações

Manutenção e Confiabilidade

Redes sociais

Fundador, Diretor Editorial e Colunista da Revista Manutenção, escreve regularmente sobre diversos assuntos relacionados ao cotidiano da Engenharia, Confiabilidade, Gestão de Ativos e Manutenção.

Desenvolvedor Web e Webdesigner, é responsável pelo design, layout, diagramação, identidade visual e logomarca da Revista Manutenção.

Profissional graduado em Engenharia Eletrônica com ênfase em automação e controle industrial, pós graduado em Engenharia de Manutenção, pela Faculdade Anhanguera de Tecnologia (FAT) de São Bernardo e em Engenharia de Confiabilidade, pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Profissional atua há mais de vinte (20) anos com Planejamento e Controle de Manutenção (PCM), em empresas de médio e grande porte, nacionais e multinacionais, onde edificou carreira profissional como Técnico, Programador, Planejador, Analista e Coordenador de PCM.


loading Checklist de ponte rolante manual - Revista Manutenção Não há mais arquivos para exibir