Elétrica
Ferramentas
Fonte
  • Menor Pequena Média Grande Maior
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times
Anunciantes
Tractian Gestão de Ativos
SIL - Lubrificação Industrial - Produtos de Alta Performance
SQL Brasil
ENGETAG Consultoria
Revista Manutenção EDU
Midia Kit

O País vem, de maneira geral, demandando cada vez mais energia dos sistemas de transmissão e distribuição. Com isso surge a necessidade de aumentar a capacidade e a disponibilidade dos sistemas de baixa, média e alta tensão, subestações e das linhas de transmissão e de distribuição. Além disso, o agente regulador (ANEEL) traça metas gradativamente mais desafiadoras às distribuidoras, no que diz respeito aos indicadores de quantidade e duração da interrupção de energia.

Assim, para elevar a agilidade, segurança e sucesso do processo de restabelecimento e das operações é necessário investimento em modernização das subestações. Esse processo conta com diversos desafios, principalmente, no âmbito do projeto e execução da obra.

O processo de modernização, devido à sua complexidade, como já explorado no artigo (https://www.revistamanutencao.com.br/literatura/tecnica/eletrica/automacao-de-subestacoes-uma-nova-historia-na-distribuicao-de-energia.html), exige acompanhamento e supervisão. Muitas concessionárias não possuem MDO disponível para acompanhar todo o processo de contratação, gestão de fornecedores, montagens eletromecânicas e demais fases de um processo de automação.

Para isso, existem modelos de contratações que favorecem o cliente, permitindo que todo o processo que envolva o projeto e execução seja realizado por apenas uma empresa. No modelo tunrkey de contratação, o cliente só se preocupa com o contrato e em receber a “chave na mão”.

O Projeto no modelo turnkey – Soluções customizadas para os clientes

Turn Key é um conceito norte-americano que significa “Entrega de Chave”. É um tipo de contrato no qual o contratado entrega todo o empreendimento pronto, isto é, uma única empresa é contratada para realizar integralmente a empreitada, desde a análise do projeto até o startup.

O modelo turnkey exige grande know-how do negócio por parte do contratado, uma vez que ele deverá conduzir o processo, desde as especificações técnicas, elaboração de propostas técnicas e comerciais, visando atender às demandas solicitadas, alocação de recursos, planejamento de todo o projeto, engenharia, direcionamento da produção, inspeções e testes, logística até a fase final de comissionamento e entrega.

No modelo turnkey, temos duas formas de contrato, portanto é de extrema importância que se atente para as suas definições e especificidades. São elas:

EPC - Engenharia, aquisição e construção - (Engineering, Procurement and Construction)

Nessa modalidade de contrato, uma única empresa de construção é responsável não apenas pelo projeto, mas também pela montagem, compra de equipamentos, materiais e execução de toda a obra. Nela é preciso definir tudo antes da assinatura: preço, prazos, serviço, condições. É fundamental ter todas as demandas "amarradas" e calculadas.

A outra modalidade de contratação é o tipo EPCM: EPCM - Engenharia, compra, construção, gestão (Engineering, Purchase, Construction Management)

Nessa modalidade de contrato Turn Key, a empresa da construção é contratada para fazer o projeto, assim como as compras e a gestão da construção. De fato, a principal diferença em relação à modalidade anterior é que, nesse caso, existe a responsabilidade da gestão da construção, mas não da execução em si. Ou seja, a empresa fará a gestão de uma outra empreitada que executará a obra. Da mesma forma que na modalidade EPC, há a obrigação de entregar desde o projeto, com as compras de materiais, prazos e custos já previstos, assim como a gestão da construção, até a entrega das chaves.

Portanto, no modelo EPCM, também existem etapas para o desenvolvimento do projeto e compra de materiais, mas apenas a execução do projeto é responsabilidade do fornecedor, a realização da obra não é.

Atualmente, o modelo EPC é o mais praticado no setor elétrico. A CPFL Soluções tem o compromisso com o sistema elétrico do Brasil de desenvolver os melhores projetos em subestações, a fim de tornar o processo o mais eficiente e enxuto possível, com qualidade e segurança. Pioneira no assunto, a CPFL Soluções destaca vantagens para a contratação modelo turnkey.

  • Responsabilidade centralizada;
  • Facilidade de gerenciamento e acompanhamento, um único canal de comunicação;
  • Não há necessidade preocupações com supply;
  • A centralização contribui para a agilidade;
  • Faturamento com uma única empresa, facilitando as condições para o cliente;
  • A empresa que projeta é a mesma que compra e executa, qualquer desvio é responsabilidade dela.

Principais atribuições e desafios do PM no processo de construção e automação do setor elétrico

No que diz respeito à execução de uma obra, envolvendo distribuição de energia, entende-se que o sucesso está condicionado a duas questões importantes: Segurança e Qualidade. Quando uma empresa é contratada para tal serviço, ela se responsabiliza por compor a estrutura do projeto e administração/condução necessárias para a realização da obra.

Uma figura importante na condução do projeto é o PM (Gerente do contrato), que é o profissional responsável por fazer com que tudo, de fato, aconteça. Além das atividades administrativas e reports aos clientes, algumas atribuições do PM são:

  • Acompanhamento das atividades na obra;
  • Supervisão, fiscalização e auditoria;
  • Análise de comportamento e risco;
  • Análise financeira e perenidade;
  • Acompanhamento e solução ambiental;
  • Avaliação fundiária;
  • Viabilidade técnica.

Para o sucesso dessas etapas, é necessário que o profissional conheça os desafios, principalmente os de campo. Isso vai permitir que ele se antecipe aos principais problemas que possam surgir. O Grupo CPFL, com mais de 100 anos no mercado de distribuição de energia, dispõe de profissionais extremamente qualificados, que conduzem processos de obras na CPFL Soluções, e são comprometidos com a satisfação do cliente.

Assim, alguns dos grandes desafios de uma empresa que oferece o serviço estão atribuídos às seguintes condições:

  • Segurança dos profissionais em campo;
  • Qualidade na prestação dos serviços;
  • Cumprimento das etapas, cronogramas dentro do prazo;
  • Antecipação de divergências;
  • Redução de risco para o investimento;
  • Aderência do executado com o planejado financeiramente.

Enfrentando de frente os principais desafios de um contrato

Possuir know-how no tema é essencial para garantir a segurança e produtividade dos profissionais em campo. No quesito segurança, ter o acompanhamento de um profissional, que entenda os processos e cada etapa da execução, facilita a previsão de situações de risco e exposição em campo. Os prazos, em sua maioria, são desafiadores e promovem um ambiente de alta produção e altos riscos.

Além do acompanhamento, para estimular um ambiente seguro e colaborativo, deve-se partir de uma simples ação de autoinspeção: inspeções de segurança no time, diálogos diários de segurança, conferência da presença de procedimentos e demais ações em campo. É impossível desassociar produtividade de segurança. Um ambiente produtivo é sobretudo um ambiente seguro.  

A qualidade do serviço está condicionada também ao desempenho dos profissionais em campo e ao domínio de todos os processos e etapas: projeto, montagem, ligações elétricas, controle e supervisão, comissionamento e startup. A qualidade na execução do serviço evita retrabalho, necessidade de correções, desligamentos indevidos e contratempos, favorecendo e desonerando a pós-venda, uma vez que a obra é entregue sem pendências. Não há segredo para o seu sucesso, apenas ter profissionais qualificados acompanhando e conduzindo, durante todo o tempo, cada etapa da obra.

É fundamental para a experiência do cliente na contratação modelo turnkey o cumprimento de todas as etapas do cronograma acordado. Muitas das vezes, a data prevista para energização de uma subestação está atribuída à demanda reprimida do conjunto, ou seja, a necessidade de energia para a região. Para a CPFL Soluções, o compromisso com a segurança em todas as suas operações é um valor inegociável, por isso, são adotados todos os protocolos de saúde e segurança, resultando em maior confiabilidade para os serviços oferecidos. Acompanhamento on-time das atividades em campo com mecanismos de monitoramento e gestão ágil.

engenharia do proprietarioImagem 1: Gestão ágil.

Quando a obra e o processo de automação são acompanhados por um especialista, a chance de problemas serem detectados antecipadamente aumenta, isso representa redução do risco de atraso e do risco de desarmes indevidos. Problemas como, erro de ligação, defeitos nas lógicas digitais (ajustes e sistemas), divergências em projetos esquemáticos e erros de montagem são muito comuns durante um processo de automação.

Um fator bastante crítico e que precisa ser mitigado ao máximo é o risco de desarmes acidentais. Em muitos casos, a automação é realizada com a subestação energizada em carga, ou seja, alimentando normalmente as linhas de distribuição. Isto é possível devido aos recursos internos da própria subestação (quando trabalha em regime n-1) ou aos recursos externos, como a utilização de uma subestação móvel. Quando um desligamento indevido acontece, além do risco ao profissional envolvido, ocasiona ainda a interrupção no fornecimento de energia, que, dependendo do caso, pode colocar a concessionária em estado de crise (grande número de clientes por tempo elevado) e paralisar a obra paralisada. Pode haver, também, consequências judiciais, caso o desligamento seja comprovadamente por parte da contratada.

Garantir serviço de qualidade e avanços expressivos na condução de um processo de automação de subestações é reduzir os riscos do investimento. Para isso, a CPFL Soluções conta com procedimentos para todas as etapas do comissionamento e startup das obras de automação de subestações. Com uma equipe robusta e com grande know-how no assunto, desenvolveram-se metodologias de produção que garantem o sucesso do negócio. Assim, com acompanhamento de especialistas e consultores assegura-se o equilíbrio físico-financeiro do investimento.

Aspectos importantes para avaliar na contratação do serviço

O investimento na solução turnkey precisa inicialmente de uma avaliação prévia do retorno sobre o investimento. Sugere-se que alguns quesitos sejam avaliados na contratação do serviço:

Know-how no segmento:
- Tempo de experiência no segmento;
- Representatividade no mercado;
- Referências e resultados publicados (Releases);
- Divulgações em redes sociais.

Recursos da contratante:
- Infraestrutura: frota, bases operacionais;
- Profissionais: número de profissionais e qualificações técnicas;
- Procedimentos e ferramentas internas de gestão;
- Ferramentas, instrumentos de tecnologia.

Principais entregas e feedbacks:
- Avaliação das últimas entregas;
- Consulta do ROI com os clientes.

Capacidade de inovação:
- Implantação de novos métodos de testes com foco em agilidade;
- Aplicação de ferramentas e mobilidade;
- Monitoramento da produção por meio de análises em tempo real dos sistemas supervisórios.

Proposta comercial e aderência ao negócio:
- Investimento;
- Prazos de entrega;
- Pós-venda.

O termo turnkey já sugere que o contratado tenha total autonomia para conduzir um processo em campo, assumindo assim grande responsabilidade sobre a instalação do cliente. Portanto, tão importante quanto a proposta comercial atrativa é a garantia de uma entrega de sucesso, ou seja, assegurar zero acidentes e atender todos os requisitos do contratante, sempre dentro dos prazos acordados. Por isso, é muito importante a contratação de uma equipe qualificada e especializada no assunto como a da CPFL Soluções. Para CPFL Soluções o cliente está no centro do negócio.


COMENTE, DEBATA, DISCUTA OU DEIXE A SUA OPINIÃO RESPEITOSAMENTE

Os comentários não representam a linha editorial, tampouco a opinião dos articulistas e editores da Revista Manutenção, e estão sujeitos a moderação, pois são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

Caso encontre algo ofensivo que viole a legislação vigente no Brasil ou os termos de uso, DENUNCIE.

DETALHES SOBRE O AUTOR
eberson-muniz Desafios e importância dos modelos de contratações e projetos na modernização do setor elétrico - Revista Manutenção
Eberson Muniz
Nome: Eberson Muniz
Website: https://cpflsolucoes.com.br/
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Consultor Técnico, CPFL Soluções


   Contatos: 
linkedin Desafios e importância dos modelos de contratações e projetos na modernização do setor elétrico - Revista Manutenção
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.




APRESENTAÇÃO:

Eberson Muniz é consultor técnico da CPFL Soluções, empresa voltada para o desenvolvimento de soluções integradas em energia, que vão desde os serviços de consultoria e gestão, comercialização e infraestrutura energética, trazendo mais competitividade e sustentabilidade e apoiando os negócios para que sejam referência e gerem frutos. Na prática, estudam a fundo cada negócio, suas necessidades e a forma na qual consome energia, para sugerir a melhor solução que gere economia, sustentabilidade, eficiência e segurança energética aos seus clientes.

A CPFL Soluções faz parte do grupo CPFL Energia que vive, há mais de 108 anos, a transformação da energia elétrica no Brasil. Desde janeiro de 2017, o grupo faz parte da State Grid: a maior companhia de energia elétrica do mundo.

FORMAÇÃO ACADÊMICA E EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL:

Formado em Engenharia Elétrica na Pontifícia Universidade de Campinas, possui Especialização em Engenharia Ambiental pela EXTECAMP/UNICAMP, Especialização em Cogeração e Geração distribuída pela FUPAI/UNIFEI. Está no setor elétrico desde 2007, tendo atuado nas áreas de geração, elaboração de projetos de geração hibrida, diesel e gás, projetos de geração de sistemas fotovoltaicos, projeto de sistemas de proteção, gerenciamento de obras, interfaces com órgãos do Setor elétrico. Na CPFL como Engenheiro projetista, Especialista e foi Gerente de Engenharia.

Atualmente é Consultor Técnico na diretoria comercial, para Grandes clientes na CPFL Soluções, Empresas do Grupo CPFL Energia especializada em Desenvolver e Implementar Soluções em Infraestruturas eletro energéticas e energia.


Literatura Técnica

<

Ainda não é registrado? Registre-se agora!

ÁREA DO ASSINANTE