Confiabilidade
Ferramentas
Fonte
  • Menor Pequena Média Grande Maior
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times
Anunciantes
Tractian Gestão de Ativos
SIL - Lubrificação Industrial - Produtos de Alta Performance
SQL Brasil
ENGETAG Consultoria
Revista Manutenção EDU
Midia Kit

A confiabilidade dos ativos dentro de uma indústria é fundamental para garantir uma produção eficiente e regular.  Seu cálculo é importante pois indica ao gestor o quanto ele pode confiar naquele ativo, assegurando-o de que a produção seguirá o fluxo esperado. 

Por meio dela, espera-se que os sistemas sejam confiáveis e alcancem resultados esperados dentro de um período. Nesse artigo vamos te mostrar como é possível aumentar a confiabilidade dos seus ativos. 

Entenda a importância dos equipamentos

O primeiro passo, é entender a criticidade do ativo em relação ao processo produtivo. E responder a pergunta: o quão fundamental ele é para minha operação?  E separá-los em três categorias: A, B e C.

analise ABC para matriz de criticidade TRACTIAN

  • Ativos com criticidade A: são essenciais para a planta e neles devem ser usados todos os recursos, para evitar qualquer perda da funcionalidade. Se forem paralisados, eles reduzem a capacidade produtiva e afetam a segurança, o meio ambiente, e comprometem a qualidade do produto final. Além de aumentar em mais de 20% os custos com manutenção. 
  • Ativos com criticidade B: possuem médio impacto, ou seja, uma falha não afetará a produção, nem a segurança e operação. Esses ativos interrompem a produção parcialmente e aumentam entre 10 e 20% os custos de manutenção. 
  • Ativos com criticidade C: caso haja uma falha, ele não gerará impactos significativos para o andamento da produção. 

Saiba a integridade mecânica dos equipamentos

A integridade mecânica dos equipamentos está relacionada à conservação das características físicas e estruturais, além de estarem em conformidade com os parâmetros do projeto do equipamento.

Ela ainda possibilita a utilização plena dos ativos dentro do processo produtivo, além de viabilizar a fabricação de produtos com qualidade e custos pré definidos. Para que isso aconteça, é fundamental contar com manutenções preventivas e preditivas.

 

evolucao da manutencao

A manutenção preventiva tem o objetivo de manter os componentes em suas condições nominais de operação através de intervenções e inspeções de rotina, com o intuito de identificar qualquer risco que possa gerar uma falha. Enquanto a preditiva está voltada para a análise do comportamento dos componentes, como por exemplo variações no ruído, na vibração ou na temperatura.

Confiabilidade X Probabilidade de falha

Sabemos que quanto maior a confiabilidade de um equipamento, menor é a probabilidade de acontecer uma falha. E é a partir desses critérios que conseguimos montar uma avaliação de integridade do equipamento. 

De acordo com a lógica da confiabilidade, as manutenções têm como função diminuir a ocorrência de falhas nos equipamentos. Mas, é válido ressaltar que, se o intervalo entre uma ação e outra for curto, a indisponibilidade e os custos operacionais vão aumentar. 

Por outro lado, quando se tem um intervalo maior, qualquer falha potencial que se concretizar vai gerar prejuízos para a companhia, principalmente no faturamento do caixa. 

Ao planejar uma estratégia voltada para as manutenções periódicas dos equipamentos, é extremamente importante determinar um período para realizar as ações. Assim, otimiza-se os custos ao mesmo tempo em que se mantém a confiabilidade do sistema.

Como a tecnologia auxilia na gestão e confiabilidade dos ativos?

As tecnologias que utilizam software têm proporcionado coletas de dados em tempo real, com informações assertivas e detalhadas sobre o desempenho dos equipamentos. 

Os softwares de monitoramento online calculam automaticamente o MTBF (mean time between failures ou tempo médio entre as falhas) e a confiabilidade dos ativos - indicadores fundamentais para a boa gestão de manutenção. Além de permitir acompanhar a saúde do ativo e o tempo de operação. 

A taxa de confiabilidade é sempre proporcional à eficiência e à inteligência do plano de manutenção: quanto mais o gestor se apoia na tecnologia e em atividades de prevenção estrategicamente definidas, maior é a confiança que ele pode depositar nos equipamentos.

O gestor que  foca seu plano de manutenção na confiabilidade consegue reduzir custos, prolongar a vida útil dos ativos e otimizar o trabalho da equipe. São vantagens que podem ser intensificadas pela adoção de ferramentas de manutenção preditiva, como a da TRACTIAN por exemplo. 

Com  ela o gestor e sua equipe de manutenção, podem entender melhor as condições reais de seus ativos e tirem suas próprias conclusões com base nos diagnósticos e insights precisos enviados pelo software. 

crescimento vibracao 1

Ter acesso aos insights e informações cruciais permite identificar antecipadamente, picos anômalos, desbalanceamento, desalinhamento, folga mecânica, vibrações anômalas, entre outros. Assim, é possível agir de forma preditiva, evitando o downtime, quebras e falhas inesperadas. 

Fale com um dos especialistas da TRACTIAN e aumente o índice de confiabilidade dos seus ativos. 

DETALHES SOBRE O AUTOR
igor-marinelli  Gestão de ativos na manutenção: como aumentar a confiabilidade dos equipamentos - Revista Manutenção
Igor Marinelli
Nome: Igor Marinelli
Website: https://tractian.com
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fundador e CEO da TRACTIAN


   Redes sociais: 
 
facebook  Gestão de ativos na manutenção: como aumentar a confiabilidade dos equipamentos - Revista Manutenção
 
twitter  Gestão de ativos na manutenção: como aumentar a confiabilidade dos equipamentos - Revista Manutenção
 
youtube  Gestão de ativos na manutenção: como aumentar a confiabilidade dos equipamentos - Revista Manutenção
 
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.




APRESENTAÇÃO:

Fundador e CEO da TRACTIAN, startup que descomplica a manutenção preditiva e avisa quando as máquinas vão quebrar. Também é Colunista da Revista Manutenção e Conselheiro da Somos Todos Heróis, organização que atua no financiamento de tratamentos médicos para crianças.

FORMAÇÃO ACADÊMICA E EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL:

Estudou Engenharia de Computação na USP (Universidade de São Paulo), com diploma em Empreendedorismo e Tecnologia pela Universidade da Califórnia, em Berkeley. Igor é uma das pessoas mais jovens a ingressar na área de manutenção no Brasil e sua empresa foi investida por fundos nos Estados Unidos.


Literatura Técnica

<

Ainda não é registrado? Registre-se agora!

ÁREA DO ASSINANTE