tr?id=461469128499279&ev=PageView&noscript=1 CURIOSIDADE: Óleos graxos de origem animal eram utilizados na lubrificação mecânica - Revista Manutenção CURIOSIDADE: Óleos graxos de origem animal eram utilizados na lubrificação mecânica - Revista Manutenção

Sebo bovino disponibilizada pela Revista Manutenção sob licença Copyright

Mecânica
Ferramentas
Fonte
  • Menor Pequena Média Grande Maior
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times
Anunciantes
Tractian Gestão de Ativos
SIL - Lubrificação Industrial - Produtos de Alta Performance
MAXINST - EAM
ENGETAG Consultoria
SQL Brasil
Midia Kit

VOCÊ SABIA? Que os primeiros óleos utilizados na lubrificação e refrigeração mecânica foram os óleos graxos de origem animal, e que mais tarde eles foram substituídos pelos óleos graxos minerais?

Há poucas décadas atrás era comum, por exemplo, o uso de sebo bovino ou banha de porco como fluído de corte no processo de fabricação de rosca com macho manual.

ÓLEOS DE ORIGEM ANIMAL:

de sebo bovino (tallow oil)
de mocotó (neat’s foot oil)
de baleia (sperm oil)
de banha de porco (lard oil)
de lanolina (degras oil)

ÓLEOS DE ORIGEM VEGETAL:

de mamona (castor oil)
de colza (rape seed oil)
de palma (palm oil)
oliva (olive oil)

Atualmente o uso de óleo graxo de origem animal na lubrificação de máquinas modernas é raro, devido à instabilidade química, principalmente em altas temperaturas, o que provoca a formação de ácidos e vernizes. 

Enfim, os óleos lubrificantes podem ser de origem animal ou vegetal (óleos graxos), derivados de petróleo (óleos minerais) ou produzidos em laboratório (óleos sintéticos), podendo ainda ser constituído pela mistura de dois ou mais tipos (óleos compostos).

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

CST (Companhia Siderurgica de Tubarão) CPM - Programa de Certificação de Pessoal de Manutenção - Espírito Santo: SENAI, 1997.

Texto: Primeira edição publicada na Revista Manutenção sob licença Creative Commons  Licença Creative Commons
Imagens: As imagens possuem licenças específicas, consulte as respectivas legendas
Sebo bovino disponibilizada pela Revista Manutenção sob licença Copyright

COMENTE, DEBATA, DISCUTA OU DEIXE A SUA OPINIÃO RESPEITOSAMENTE

Os comentários não representam a linha editorial, tampouco a opinião dos articulistas e editores da Revista Manutenção, e estão sujeitos a moderação, pois são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

Caso encontre algo ofensivo que viole a legislação vigente no Brasil ou os termos de uso, DENUNCIE.

DETALHES SOBRE O AUTOR
fauzi-mendonca CURIOSIDADE: Óleos graxos de origem animal eram utilizados na lubrificação mecânica - Revista Manutenção
Fauzi Mendonça
Nome: Fauzi Mendonça
Website: http://www.revistamanutencao.com.br
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Engenheiro em Eletrônica


   Redes sociais: 
linkedin CURIOSIDADE: Óleos graxos de origem animal eram utilizados na lubrificação mecânica - Revista Manutenção
 
facebook CURIOSIDADE: Óleos graxos de origem animal eram utilizados na lubrificação mecânica - Revista Manutenção
 
twitter CURIOSIDADE: Óleos graxos de origem animal eram utilizados na lubrificação mecânica - Revista Manutenção
 
google CURIOSIDADE: Óleos graxos de origem animal eram utilizados na lubrificação mecânica - Revista Manutenção
 
youtube CURIOSIDADE: Óleos graxos de origem animal eram utilizados na lubrificação mecânica - Revista Manutenção
 
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.




APRESENTAÇÃO:

Fundador, Diretor Editorial e Colunista da Revista Manutenção, escreve regularmente sobre diversos assuntos relacionados ao cotidiano da área de manutenção.

Desenvolvedor Web nas horas vagas, é o responsável pelo design, layout, diagramação, pela elaboração da identidade visual e da logomarca da Revista Manutenção.

FORMAÇÃO ACADÊMICA E EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL:

Profissional graduado em Engenharia Eletrônica com ênfase em automação e controle industrial, pela FAT (Faculdade Anhanguera de Tecnologia) de São Bernardo, atua há mais de treze anos com Planejamento e Controle de Manutenção (PCM), em empresas de médio e grande porte, nacionais e multinacionais, onde edificou carreira profissional como Programador, Planejador, Analista e Coordenador de PCM.


<

Ainda não é registrado? Registre-se agora!

ÁREA DO ASSINANTE