Tipos de Parafusos e suas aplicações

Tipos de Parafusos e suas aplicações

Os parafusos são elementos de fixação amplamente utilizados em diversas áreas, desde a construção civil até a indústria automotiva. Eles desempenham um papel fundamental na união de peças e estruturas, proporcionando resistência e estabilidade. Neste texto, vamos explorar alguns dos principais tipos de parafusos e suas aplicações específicas.

Os parafusos são peças fundamentais em diversos tipos de construções, desde a fabricação de móveis, construção de edifícios, máquinas, equipamentos e infraestrutura. Eles são utilizados para fixar duas ou mais peças de forma segura e resistente. Contudo, existem vários tipos de parafusos disponíveis no mercado, cada um com suas próprias características e aplicações específicas. 

Mas, antes de conhecer os alguns dos principais tipos, é fundamental entender suas classificações, já que o formato da cabeça e da fenda da composição e tipo de acionamento variam. 

Parafuso Passante

Ele é responsável por unir as peças que atravessam de uma ponta a outra. Em alguns casos sua aplicação necessita de porcas, arruelas e contraporcas.

parafuso passante

Não passante

Não acompanha porcas, a própria peça recebe um furo roscado durante a fixação.

nao passante

De pressão

Alguns modelos funcionam por meio da pressão entre as pontas contra a peça fixada.

de pressao

Estojo

É fabricado para projetos que exigem montagens e desmontagens frequentes. 

Agora, que as classificações já foram explicadas é fundamental entender os principais tipos de parafusos e suas aplicações

Parafuso de cabeça chata

Este é um dos tipos mais comuns de parafuso. Ele tem uma cabeça chata que se encaixa perfeitamente na superfície da peça em que está sendo fixado. Geralmente é usado para fixar peças de madeira, como móveis e estruturas de madeira.

Parafuso de cabeça redonda

Este tipo de parafuso tem uma cabeça arredondada e é usado quando a aparência não é importante. Ele é frequentemente utilizado em construções metálicas, fixação de esquadrias, fixação de placas de aço e outros fins industriais.

A atuação do ciclo PDCA na gestão da manutenção

Parafuso sextavado

Este tipo de parafuso tem uma cabeça hexagonal e é usado quando uma chave é necessária para apertá-lo. Eles são frequentemente utilizados em construções de aço, estruturas metálicas, máquinas, entre outras aplicações industriais.

Parafuso Sextavado Interno

É um tipo de fixador que possui uma abertura hexagonal interna. Diferentemente dos tradicionais, cujas seis faces são expostas na superfície externa, a abertura hexagonal do parafuso sextavado interno fica localizada internamente na cabeça ou haste do parafuso (em alguns casos, o parafuso pode até mesmo não ter cabeça). Essa característica é essencial para aplicações em espaços reduzidos, como motores, maquinários internos e outras peças que requerem manuseio em locais com pouco espaço disponível.

tipos de parafuso

Parafuso para Madeira

Possuem uma rosca mais larga, projetada para agarrar e fixar firmemente a madeira. Dentre os principais tipos estão o parafuso chipboard, o parafuso para madeira, o parafuso para corrediça, o parafuso para cama e o parafuso de rosca soberba. Eles são amplamente utilizados na fabricação e montagem de móveis, estruturas de madeira, como vigas, união de placas de madeira e aglomerados, e diversas outras aplicações.

O papel dos lubrificantes industriais

Parafuso Francês

O parafuso de cabeça larga e abaulada, também conhecido como parafuso francês, difere dos demais por não possuir fenda para aperto, sendo necessário utilizar uma porca para fixação. Próximo à cabeça, há um colar quadrado que se encaixa no buraco da madeira, impedindo a rotação do parafuso e garantindo sua fixação. Originalmente projetado para projetos envolvendo madeira, esse tipo de parafuso pode ser igualmente eficaz em aplicações com metais, graças à anatomia de sua rosca. A gama de usabilidade desse fixador é bastante ampla, podendo ser utilizado em cercas, pallets, carroças, vigas, escadas, placas de madeira, carrocerias de caminhão, ferragens agrícolas, bancos de praça, arados e muito mais.

Parafuso Fixer

Caso esteja em busca de um parafuso para fabricação ou montagem de móveis em MDF ou madeiras leves, como Pinus e aglomerados, recomendamos o parafuso Fixer. Ao contrário de outros modelos de parafusos, esse tipo conta com tecnologia específica para projetos que envolvam esses materiais, garantindo maior resistência e durabilidade nas fixações.

Aplicacão das metodologias ágeis na indústria

Parafuso auto atarraxante

O parafuso com ponta cônica é um modelo que permite a fixação direta em uma superfície, sem a necessidade de fazer uma rosca prévia. Esse tipo de parafuso é frequentemente utilizado em aplicações que envolvem metal, plástico e madeira.

Parafuso de rosca soberba

este tipo de parafuso tem uma rosca mais ampla e é utilizado em madeira, plástico e outros materiais mais macios. A rosca é projetada para fixar o parafuso de forma mais firme do que outros tipos de parafuso.

Parafuso de cabeça cilíndrica

Este tipo de parafuso tem uma cabeça cilíndrica e é usado quando a aparência é importante. Ele é frequentemente utilizado em móveis e outras aplicações que exigem um acabamento mais refinado.

O uso da Matriz Gut

Parafuso de porca

Possui tem uma porca na extremidade oposta da cabeça do parafuso. Ele é frequentemente utilizado em aplicações que exigem uma fixação mais segura, como estruturas de metal e maquinarias.

Em resumo, existem diversos tipos de parafusos, cada um com suas próprias características e aplicações específicas. Ao escolher o tipo de parafuso correto para a sua aplicação, é importante considerar o material em que será fixado, o tamanho e o tipo de cabeça necessários, e se uma chave é necessária para apertá-lo. Com essas informações em mente, você poderá escolher o parafuso correto para a sua aplicação e garantir uma fixação segura e duradoura.

Image

Editores, redatores e revisores

Redes sociais

A Redação da Revista Manutenção é composta por profissionais que atuam com manutenção no setor secundário (indústria) e terciário (comércio e serviços) da economia, dispostos à difundir informações, artigos, opiniões, debates e eventos, para estudantes e profissionais que atuam direta ou indiretamente com manutenção, assim como na gestão de ativos, recursos e serviços.

Explorar o potencial da internet para tornar-se referência como acervo científico e tecnológico, através da publicação de conhecimento, sob licença de uso que o permita ser difundido entre estudantes e profissionais que atuam direta ou indiretamente com manutenção, cujos interesses sejam convergentes e alinhados com a missão citada acima e com os valores pormenorizados no seguinte documento: Institucional

Fauzi Mendonça

Editores, redatores e revisores

A Redação da Revista Manutenção é composta por profissionais que atuam com manutenção no setor secundário (indústria) e terciário (comércio e serviços) da economia, dispostos à difundir informações, artigos, opiniões, debates e eventos, para estudantes e profissionais que atuam direta ou indiretamente com manutenção, assim como na gestão de ativos, recursos e serviços.

Explorar o potencial da internet para tornar-se referência como acervo científico e tecnológico, através da publicação de conhecimento, sob licença de uso que o permita ser difundido entre estudantes e profissionais que atuam direta ou indiretamente com manutenção, cujos interesses sejam convergentes e alinhados com a missão citada acima e com os valores pormenorizados no seguinte documento: Institucional

Redes sociais